(11) 7807-2668 | (11) 94759-7555  | Contato: habittus@habittus.com.br



BLOG








ARTIGOS E

COMENTÁRIOS

     Vídeos
     Habittus Gente&Gestão










Sugerir Tema para o Blog

Nome
Sugestão de Tema

 
  • Artigos

    Data: 31/10/17  hora: 12:32:54



Data: 31/10/17  hora: 12:32:54

3 Tipos de funcionários que dão problema

Luisa Reis

Foto de exibição

Por melhor que seja o processo seletivo, a dinâmica de trabalho pode acabar revelando que nem todos os profissionais se ajustam bem a sua rotina de atividades e fluxo de trabalho da empresa.
Com o passar do tempo, a insatisfação ou a incompatibilidade de gênios aparece, e alguns funcionários acabam se tornando um problema para as chefias e empresários. Por isso, é preciso agir rápido para evitar grandes danos ao clima organizacional.
Abaixo estão três tipos de colaboradores que causam dores de cabeça e, vamos apresentar alguns conselhos para lidar com esses perfis e assim evitar que prejudiquem o andamento do seu negócio.


1. O sumido
Aquele empregado que chega atrasado, sai mais cedo e até consegue dar umas escapadas durante o almoço.
Solução: falta de compromisso com horários na maioria dos casos é o primeiro sinal de que um funcionário está com problemas pessoais ou insatisfeito com o trabalho. Por isso é fundamental chamá-lo para uma conversa particular e ouvir claramente qual é o problema – pode ser uma fase de transição, como um divórcio ou doença de um familiar.
Porém, se a questão for o aborrecimento com o emprego, discuta com ele em que pontos o trabalho pode ser melhorado ou, em casos mais graves, se esse é o trabalho ideal para ele. Lembre-se de que a disciplina com horários só pode ser exigida da equipe se a empresa tiver uma política clara sobre a jornada de trabalho.


2. O rebelde
Sabe aquele vendedor brilhante, mas que acha que seu talento o dispensa de seguir as regras da empresa e todo dia você precisa chamar a atenção dele para corrigir o comportamento?
Solução: em casos extremos a política de demitir sem mais delongas os profissionais da equipe que não querem seguir as regras da empresa é necessária. Negligenciar o mau comportamento pode trazer sérios problemas para a organização. Por isso é preciso impor disciplina e investigar com cautela a ocorrência de comportamentos de risco logo que a situação acontecer.

3. O reclamão
São aqueles funcionários que adoram falar mal da empresa e da chefia para os colegas de trabalho – e até para clientes, o que acaba minando o ambiente. Uma pessoa assim detona a moral da empresa.

Solução: ter uma franca discussão com o funcionário que envenena o clima. Mas nada de focar em características pessoais – acusando a pessoa de ser irresponsável e negativa, por exemplo. É preciso dizer qual é o problema, por que a atitude do funcionário precisa mudar e oferecer opções para ele resolver o que o incomoda.

Temos muitos outros perfis que podem ser nocivos a uma empresa, mas, fique atento para identificá-los o quanto antes e lembre-se de ser o exemplo de comportamento adequado para seus funcionários.