Rua Vergueiro, 3.472 - Vila Mariana. São Paulo - SP
Empresas: 11 3569-3971 / Candidatos: 11 98957-7356
habittus@habittus.com.br

5 piores erros de recrutamento e seleção nas empresas

5 piores erros de recrutamento e seleção nas empresas

Compartilhe

(tempo de leitura: 3 minutos)

O processo de recrutamento e seleção nas empresas pode se transformar em um verdadeiro pesadelo para a área de RH, caso a organização ainda esteja cometendo erros básicos que atrapalham o andamento dessa atividade.

Para ajudar a identificar os principais erros e melhorar a forma como a sua empresa busca profissionais, preparamos o post de hoje. Quer saber mais? Então continue a leitura e confira!

 

1- Fazer a divulgação das vagas de forma errada

Um erro muito comum durante o processo de recrutamento e seleção acontece no momento da divulgação das vagas em aberto. É necessário fazer uma boa pesquisa antes de decidir qual ou quais meios serão utilizados. Atualmente temos uma vasta opção de sites e canais de divulgação que podem ser explorados, além da utilização de um banco de currículos e redes sociais. Não esqueça que a comunicação deve estar conforme a cultura e valores da organização e principalmente alinhada com o perfil de candidatos que você busca no momento.

Também é importante atentar para o job description (descrição da vaga), seja claro, objetivo e transparente quantos aos requisitos necessários para o cargo e atividades a serem desempenhadas. Somente com uma descrição completa sua empresa irá atrair a pessoa certa para a vaga.

 

2 – Não ter a missão, visão e valores definidos

Pode parecer simples, mas a falta de missão, visão e valores bem definidos irá afetar a forma como os candidatos olham para a sua empresa, sem essas informações o profissional não é capaz de identificar se a sua empresa é o melhor lugar para ele trabalhar e se desenvolver. Sem o conhecimento da cultura organizacional a área de RH poderá sofrer para identificar e atrair candidatos que compartilhem das mesmas ideias e objetivos da empresa.

É fundamental elaborar de forma detalhada e divulgar a cultura da sua empresa. Comece já!

 

3- Achar que qualquer pessoa da empresa pode fazer o recrutamento & seleção

Boa parte das pequenas empresas não possuem um RH próprio voltado para o processo de recrutamento e seleção e quando surge a necessidade de contratação acabam direcionando essa atividade para outros setores que nem sempre são especializados ou dispõem de técnicas e ferramentas adequadas para a busca e avaliação de profissionais. Esse é um erro muito frequente e no geral resulta em um alto índice de turn over (rotatividade) e prejuízo financeiro.

Você não precisa estruturar ou contratar um colaborador focado em recrutamento e seleção, existem opções no mercado justamente para atender a essa demanda. Aqui na Habittus, fazemos esse processo e também disponibilizamos aos clientes ferramentas de RH que serão úteis após a nossa prestação de serviço.

 

4 – Falta de feedback para os candidatos

Esse é um erro muito comum e recorrente. Não se preocupar em dar um retorno aos candidatos e mantê-los informados sobre as fases de um processo seletivo pode prejudicar a imagem da empresa no mercado e reduzir as chances de uma próxima contratação pois, justamente o candidato que não recebeu um feedback, futuramente pode ser exatamente o que a sua empresa busca. Os melhores talentos estão cada vez mais “de olho” na cultura das empresas.

 

5 – Elaborar um perfil de vaga que não corresponde ao que o mercado oferece

Em geral, os empresários buscam contratar a pessoa mais qualificada pelo menor salário possível mas, nem sempre esse é um caminho viável e o excesso de exigência ou restrições para o cargo acaba tornando a seleção lenta, onde a posição fica ociosa por muito tempo na empresa.

Para evitar que isso aconteça é importante flexibilizar mais a vaga, aceitando um desvio padrão maior em relação a qualificação e experiências ideais. Dessa forma, o processo de seleção será mais rápido e com uma taxa maior de resposta. É imprescindível levar em consideração que o tempo que a empresa fica sem o profissional pode ter um custo muito maior do que contratar uma pessoa um pouco menos qualificada e investir em sua capacitação e treinamento.

 

Luisa Reis – Diretora Comercial & Coach na Habittus

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *