diversidade

A diversidade nos processos de contratação: o que é, vantagens e dicas para sua empresa

Tempo de leitura: 4 minutos

A diversidade nos processos de contratação é um assunto muito em voga atualmente. Não é à toa que muitas empresas têm começado a considerar se e como elas contribuem para uma seleção enviesada de seus colaboradores. Neste artigo, vamos falar um pouco sobre o que é e quais são as vantagens da diversidade nas empresas, assim como compartilhar algumas dicas de como estimular a diversidade no recrutamento e seleção da sua empresa.

Dividimos os tópicos da seguinte forma:

  • O que é diversidade nas empresas?
  • Quais as vantagens de um mercado de trabalho diverso?
  • Como estimular a diversidade no recrutamento e seleção?
  • Além da diversidade, como melhorar processos de contratação?

O que é diversidade nas empresas?

Primeiro, vamos esclarecer uma coisa: o que é diversidade? Às vezes, usamos uma palavra sem saber o que quer dizer, o que pode atrapalhar mais do que ajuda. E pior, pode parecer um bicho de sete cabeças quando não é.

Diversidade significa “diferente”. Se um local só contrata pessoas mais ou menos parecidas em termos de gênero, religião, classe social, etc., esse não é um local diverso. O que não significa que isso seja feito de propósito, claro.

Discussões sobre a diversidade no ambiente de trabalho são muito novas e pode ser que pequenas mudanças no processo seletivo sejam o suficiente para que sua empresa se torne um espaço mais inclusivo!

Vale ressaltar, inclusive, que uma força de trabalho mais diversa vem com várias vantagens!

Quais as vantagens de um mercado de trabalho diverso?

A vantagem mais óbvia, mas não menos proveitosa, é que pessoas com experiências diferentes vêm com visões de mundo diferentes. Ou seja, um problema da empresa ou dos seus clientes pode ser analisado de vários pontos de vista diferentes. O que pode levar a uma solução mais rápida e/ou criativa.

Além disso, um estudo desenvolvido pela McKinsey & Company, em 2015, revelou que empresas com diversidade performam financeiramente melhor do que seus concorrentes. Ainda não está 100% convencido?

A mesma pesquisa revelou que essas empresas atraem talentos melhores, apresentam maiores índices de satisfação entre os funcionários e tomam decisões mais assertivas.

A questão é: como fazer isso na sua empresa? Não fique nervoso, vamos mostrar como é possível com a ajuda de especialistas em Recursos Humanos. E mais, com alguns ajustes na sua seleção.

Como estimular a diversidade no recrutamento e seleção?

Existem muitas formas de tornar seu processo de contratação mais inclusivo. A maioria, por sinal, é mais simples do que você pensa!

  • Repense sua linguagem;

Quando falamos para repensar sua imagem, estamos nos referindo ao uso quase que exclusivo de pronomes masculinos nos anúncios de vagas. Agora, você não precisa colocar tudo no feminino – não é disso que estamos falando!

Tudo que você precisa fazer é incluir o pronome feminino em termos como “candidato(a)”, “advogado(a)”, etc. Você também pode optar por usar termos neutros como “pessoas” ou “indivíduos”.

Veja alguns exemplos:

  1. “Busca-se advogado(a), especialista em Direito Civil, que fale inglês fluente e espanhol intermediário…”;
  2. “Contrata-se engenheiro(a) ambiental com X anos de experiência no mercado…”;
  3. “Procura-se redator(a) de mídias digitais, formado(a) em publicidade, com experiência em agências…”

Viu como é fácil? Esse é um jeito simples e eficiente de posicionar-se como uma empresa mais receptiva a pessoas com experiências diferentes.

  • Avalie habilidades, não dados pessoais;

Nome. Idade. Sexo. Estado Civil. Número de filhos. Nada disso deveria ser considerado um fator relevante para o processo de recrutamento e seleção de candidatos. Somente se você for contratá-lo – nesse caso, anote tudo!

O ideal é que nenhuma dessas informações seja usada como critério de eliminação durante a triagem dos candidatos. Para evitar que isso afete as chances dos candidatos, inclusive, é bom que os profissionais de RH eliminem trechos referentes às características.

A única coisa que deveria ser avaliada é a competências e as habilidades das pessoas concorrendo à vaga. Também deveria ser essa sua preocupação No.1.

  • Avalie sua política de Recrutamento e Seleção

Algumas empresas estão re-avaliando suas políticas de recrutamento e seleção para garantirem a diversidade do processo de contratação. O que isso quer dizer? Isso significa que elas estão incluindo percentuais mínimos de seleção de mulheres, pessoas negras, pessoas com deficiência, etc.

Na prática, funciona da seguinte maneira: para um processo avançar da fase de triagem para a fase de entrevistas, é necessário que o percentual mínimo de diversidade tenha sido atingido. Caso isso não ocorra, não avança.

Se isso não parece muito interessante para você, procure e teste alternativas até encontrar uma que se alinhe com sua visão.

  • Contrate uma empresa de Recursos Humanos

Caso o processo de R&S pareça muito trabalhoso, considere contratar uma empresa de RH, como a Habittus – Gente e Gestão. Em geral, eles já estão preparados para lidar com essas questões visto que tem de manter-se em dia com as mudanças do mercado!

Além da diversidade, como melhorar processos de seleção?

Você pode estar se perguntando: “Tem mais coisa?!” Sim. Afinal, tornar-se uma empresa que valoriza a diversidade não acaba no R&S de novos talentos – é um processo. E o foco principal desse processo é a cultura da sua empresa.

Como fazer isso? Pensamos em algumas sugestões para você:

  • Ofereça treinamento em diversidade para sua equipe atual;
  • Crie um manual alinhado à pauta da diversidade para a sua empresa;
  • Se já possui práticas de inclusão, posicione-se no mercado;

Se você gostou desse artigo e tem interesse em saber um pouco mais sobre os serviços de recrutamento e seleção que oferecemos, entre em contato!